novembro 28, 2022

Libra

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Bennett diz que Israel tentará mediar na Ucrânia

O primeiro-ministro israelense Naphtali Bennett participa de uma reunião de gabinete em 27 de fevereiro de 2022 no Gabinete do Primeiro Ministro em Jerusalém. Via Abir Sultan / Pool REUTERS

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

JERUSALÉM, 6 Mar (Reuters) – O primeiro-ministro de Israel, Naphtali Bennett, disse neste domingo que Israel continuará tentando mediar entre a Rússia e a Ucrânia depois de retornar de conversas surpresa com o presidente russo, Vladimir Putin.

A Ucrânia pediu a Israel que aja como mediador, citando as boas relações do governo Bennett com Kiev e Moscou. Gabinete de Bennett Ele falou com o presidente ucraniano Volodymyr Zhelensky três vezes no fim de semana.

Em comentários televisionados ao seu gabinete, Bennett não deu detalhes sobre sua reunião de três horas no Kremlin com Putin no sábado, dizendo que foi “uma bênção e encorajamento de todos os lados” – uma referência aos Estados Unidos entre outras potências. Bennett e Putin discutiram a ideia de mediação por telefone na semana passada.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

“Mesmo que as oportunidades não sejam grandes, continuaremos a ajudar onde for solicitado”, disse Bennett. “Mesmo quando há uma pequena abertura, todos os lados têm acesso e capacidade. Vejo como uma obrigação moral fazer todos os esforços.”

Israel condenou a ocupação russa da Ucrânia, expressou solidariedade com Kiev e enviou ajuda humanitária. Mas Bennett não atendeu às exigências ucranianas de assistência militar e abriu canais para a Rússia coordenar operações com Israel contra a invasão iraniana da Síria.

O ministro das Comunicações de Israel, Yoaz Hendel, disse que rejeitou as exigências ucranianas de proibir nove meios de comunicação russos com base em sua campanha.

READ  As 30 Melhores Críticas De case iphone 7 plus Com Comparação Em - 2022

“Esses (emissores) não atingiram nenhum limite, o que exige sua proibição. Gostaria de lembrá-los que em uma democracia, bloquear canais de mídia é um evento muito dramático”, disse Hendell a repórteres.

O ministro do Interior, Ailet Sheikh, disse que Israel, com uma população de 9,2 milhões, está se preparando para a “maior onda” de imigração induzida por conflitos.

Ele disse que poderia receber mais de 200.000 ucranianos com afiliações familiares judias ou judias e mais de 600.000 russos na mesma categoria.

A Autoridade de Aeroportos de Israel disse que recebeu instruções para não permitir que jatos particulares pousassem por mais de 24 horas, de acordo com relatos da mídia local, na tentativa de impedir que os oligarcas russos fugissem para Israel.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

Editado por Jeffrey Heller e Raisa Kasolovsky por Don Williams

Nossos padrões: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.