junho 29, 2022

Libra

Informações sobre Brazil. Selecione os assuntos que você deseja saber mais sobre no Journaloleme

Erdogan diz que não permitirá que países que apoiam terrorismo entrem na Otan

Erdogan diz que não permitirá que países que apoiam terrorismo entrem na Otan

O presidente turco Recep Tayyip Erdogan fala durante uma cerimônia no estaleiro Golcuk em Izmit, Turquia, 23 de maio de 2022 Gabinete de Imprensa Presidencial / Postado via Reuters

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

ISTAMBUL (Reuters) – O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse que as conversas com a Finlândia e a Suécia sobre sua adesão à Otan não estavam “no nível esperado” e que Ancara não poderia dizer sim a países “de apoio”, informou o canal de TV estatal TRT Haber neste domingo. ao terrorismo”. .

A Turquia se opôs à adesão da Suécia e da Finlândia à Aliança de Defesa Ocidental e bloqueou um acordo que permitiria uma expansão histórica após a invasão russa da Ucrânia. Os comentários recentes de Erdogan indicaram sua contínua oposição.

“Enquanto Recep Tayyip Erdogan for o presidente da República da Turquia, certamente não podemos dizer ‘sim’ aos países que apoiam a entrada do terrorismo na OTAN”, disse Recep Tayyip Erdogan a repórteres ao retornar de uma viagem à Otan. Azerbaijão no sábado.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Duas fontes disseram à Reuters mais cedo que as conversas na quarta-feira com as delegações finlandesa e sueca fizeram pouco progresso e não estava claro quando novas discussões ocorreriam. Todos os 30 membros da OTAN devem concordar com os planos de expansão da OTAN.

A Turquia contestou as propostas da Suécia e da Finlândia, alegando que os dois países abrigam pessoas ligadas ao PKK e outros que considera terroristas, e porque interromperam as exportações de armas para Ancara em 2019. Leia mais

READ  EUA recolhem provas de crimes de guerra

“Eles não são honestos nem verdadeiros. Não podemos repetir o erro cometido no passado em relação aos países que incubam e alimentam tais terroristas na Otan, que é uma organização de segurança”, disse.

A Suécia e a Finlândia condenaram o terrorismo e saudaram a possibilidade de coordenação com Ancara.

“Esforços diplomáticos estão em andamento. Nós nos recusamos a comentar mais neste momento”, disse a ministra das Relações Exteriores da Suécia, Anne Linde, em um comentário enviado por e-mail à Reuters após a última declaração de Erdogan.

Erdogan também disse que a Turquia quer ver o fim da guerra entre a Rússia e a Ucrânia o mais rápido possível, mas a situação está se tornando mais negativa a cada dia.

“Farei telefonemas na segunda-feira com a Rússia e a Ucrânia. Continuaremos a encorajar as partes a abrirem canais de diálogo e diplomacia”, disse ele.

Registre-se agora para obter acesso ilimitado e gratuito ao Reuters.com

Reportagem adicional de Simon Johnson em Estocolmo; Edição de Mark Potter e Nick McPhee

Nossos critérios: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.